Picos - PI

Juiza nega liberdade a acusado de matar homem na porta de motel em Picos

A decisão é da juíza Nilcimar Rodrigues de Araújo Carvalho, da 5ª Vara da Comarca de Picos, dada nesta segunda-feira (19).

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A juíza Nilcimar Rodrigues de Araújo Carvalho, da 5ª Vara da Comarca de Picos, negou liberdade para Erinaldo Francisco da Costa, acusado de degolar Francisco Geovani de Oliveira na porta de um motel na cidade de Picos em 2015. A decisão é desta segunda-feira (19).

A defesa do acusado pediu a revogação da prisão preventiva, ou a substituição por medidas cautelares. Já o Ministério Público opinou contra a liberdade provisória do acusado, pedindo a manutenção da prisão preventiva, devido a garantia da ordem pública e para assegurar a aplicação da lei penal.

Nos autos, a magistrada considerou que a ação realizada pelo acusado para assassinar a vítima aponta grave uso de violência, conforme foi constatado no laudo cadavérico.

  • Foto: Divulgação/PRFPrisão realizada pela PRFPrisão realizada pela PRF

A juíza também destacou que o acusado foi preso na cidade de São Miguel dos Campos, em Alagoas, demonstrando que se manteve foragido sem informar seu paradeiro para a Justiça.

Prisão

Erinaldo Francisco da Costa, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal, na noite da sexta-feira, 14 de junho, no km 139, da BR 101, no município de São Miguel dos Campos, em Alagoas. De acordo com a PRF, o suspeito estava foragido há quatro anos, escondido no estado alagoano.

Durante o início da noite, os agentes fizeram abordagem a um veículo modelo Fiat/Strada, de cor preta e placa lograda em Rio Largo-AL. Ao solicitar a documentação da pessoa e do veículo, o condutor informou que não portava o documento pessoal de identificação ou a sua CNH. O motorista foi então indagado pela polícia, se ele tinha alguma passagem pela polícia.

O motorista informou que praticou um homicídio na cidade de Picos, mas que estava solto por ter sido em legítima defesa. A PRF fez então uma busca na internet e localizou reportagens de grande repercussão sobre o homicídio praticado pelo motorista.

O crime

Francisco Geovani de Oliveira foi assassinado, no dia 25 de outubro de 2015, com uma facada no pescoço, na entrada do motel Riton, no bairro Junco, cidade de Picos. De acordo com informações da polícia, a motivação do crime foi passional.

Erinaldo teria cometido o crime porque suspeitava que Giovani estivesse tendo um relacionamento amoroso com sua ex-companheira, Ivanilda Luíza de Jesus.

Na época, o tenente Elias de Sousa, do 4° Batalhão da Polícia Militar de Picos, relatou que o acusado foi até o motel onde a ex-esposa trabalhava para tirar satisfações como ela não quis falar com ele, Erinaldo foi atrás de Geovani e o convenceu a ir ao motel. Ao chegar no local, a vítima foi surpreendida e acabou sendo morta.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Decretada prisão preventiva de acusado de degolar homem em Picos

PRF prende suspeito de degolar homem na porta de motel em Picos

Homem é morto com golpe de faca na cidade de Picos