Matias Olímpio - PI

Justiça Federal vai interrogar prefeito Fogoió na próxima segunda

A audiência será presidida pelo juiz Leonardo Tavares Saraiva, da 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

O prefeito de Matias Olímpio, Edísio Alves Maia, o conhecido “Fogoió”, será interrogado pela Justiça Federal em audiência designada para a próxima segunda-feira (11), às 10h, acusado da prática do crime de responsabilidade previsto no art. 1º, VII, do Decreto-Lei nº 201/1967.

Fogoió é acusado de não ter prestado contas dos recursos públicos originários do Convênio n° 701090/2010, no total de R$ 331.650,00, firmado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, no âmbito do Programa "Caminhos da Escola", que objetivava a aquisição de veículos automotores com especificações para transporte escolar.

  • Foto: Lucas Dias/GP1FogoióFogoió

A denúncia foi recebida em 22 de junho de 2017, quando foi determinado a expedição de carta precatória para a Comarca de Matias Olímpio/PI para a realização de audiência admonitória para que fosse oferecida à proposta de suspensão condicional do processo. Na audiência, constatou-se a existência de outros processos nos quais Fogoió figura como acusado, impossibilitando a proposta do benefício.

A audiência será presidida pelo juiz Leonardo Tavares Saraiva, da 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeito Fogoió desviou R$ 2,3 milhões do Fundeb, aponta TCE

MPF quer que TRF-1 confirme condenação do prefeito Fogoió

Juiz diz que prefeito Fogoió tem conduta social desajustada

Mais conteúdo sobre: