Teresina - PI

Mais de 200 aposentados são vítimas de golpe em Teresina

De acordo com a Polícia Civil, o banco Santander já começou a restituir os idosos que foram vítimas do golpe.

RAFAEL GALVÃO
- atualizado

Já passa de 200 o número de idosos que foram vítimas, no mês de junho em Teresina, de um golpe que zera aposentadorias. Na última sexta-feira (02), pouco mais de 90 aposentados já tinham registrado boletim de ocorrência na Delegacia do Idoso, todos na mesma situação. Todos os casos ocorreram no banco Santander.

Em entrevista ao GP1, a delegada Daniela Barros, da Delegacia do Idoso, falou que o dinheiro havia sido sacado na Bahia. “Os criminosos podem até ser de outro estado e resolveram efetuar o saque lá [Bahia], mas eles coletaram as informações aqui em Teresina. Dificilmente é uma ação de um só indivíduo, provavelmente se trata de um grupo mais organizado. Ainda não temos esse número, porquê são necessárias mais diligências para que a gente possa nesse momento, identificar os responsáveis", contou.

A delegada disse ainda que o grupo utilizou o equipamento conhecido como "chupa-cabra" para colher os dados dos aposentados e realizar os saques em seu nome. "Nós verificamos um número atípico dos casos. Na primeira semana nós já tínhamos 90 casos, hoje nós já chegamos a mais de 200 contabilizados e então quando comecei a verificar pela narrativa das vítimas, concluímos que se tratava da atuação de um grupo que utilizava um equipamento que capta os dados da pessoa, denominado chupa-cabra", revelou Daniela.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o banco Santander já começou a restituir os idosos que foram vítimas do golpe. A investigação segue agora com diligências dentro e fora do Piauí para tentar identificar e prender os integrantes da quadrilha.

Um caso semelhante aconteceu em 2015, quando pelo menos 80 idosos tiveram o benefício retirado da sua conta após terem os dados captados pelo mesmo equipamento. Geralmente ele é instalado nos caixas-eletrônicos do local onde o golpe é efetuado.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB