Esperantina - PI

Mais de 50 mil pessoas prestigiam as três noites de Festival do Peixe

A programação iniciou na última sexta-feira (26) e finalizou no domingo (28), com os shows de David Farra, Léo Chaves, Taty Girl e Toca do Vale.

Mais de 50 mil pessoas passaram pela Avenida Petrônio Portela nos três dias do 5º Festival do Peixe e Feira de Piscicultura de Esperantina. A estimativa é da Polícia Militar, que reforçou a segurança do evento. A programação iniciou na última sexta-feira (26) e finalizou no domingo (28), com os shows de David Farra, Léo Chaves, Taty Girl e Toca do Vale.

O terceiro dia de evento teve em sua programação momentos de solidariedade, como a doação de 10 toneladas de peixe para famílias atendidas pela Assistência Social do município. Além de oficinas da caravana Juventude Ativa da Coordenadoria de Estado da Juventude e também de esporte radical: as competições de Motocross, na Arena Borges, na parte da tarde.

  • Foto: Divulgação/AscomFestival do Peixe de EsperantinaFestival do Peixe de Esperantina

Na Avenida Petrônio Portela, onde foi montada a Arena do Peixe, os shows tiveram início a partir das 20h, com a atração local David Farra.

Em seguida, o cantor Léo Chaves embalou grandes sucessos sertanejos no palco. Uma multidão lotou a Arena do Peixe para cantar em uníssono com o mineiro. Aclamado pelo público, o cantor trouxe um repertório variado e resgatou os sucessos da dupla Victor e Léo, com quem esteve por 27 anos.

A terceira atração da noite foi a cantora cearense Taty Girl, que se apresentou com um repertório variado, entre canções atuais e sucessos consagrados da carreira, quando vocalista das bandas Forró Real e Solteirões do Forró.

Conhecido como o “rei do forró”, Toca do Vale completou as atrações que passaram pelo palco do 5º Festival do Peixe de Esperantina. Com seu famoso bordão “Ai, meu Deus!”, o cantor atraiu muitos fãs para a avenida e contagiou o público.

Segundo a prefeita Vilma Amorim, o festival superou as expectativas e foi um sucesso pelo trabalho conjunto de todos os envolvidos. Para ela, a expectativa é ainda maior para a realização do 6º Festival do Peixe, uma vez que, em 2020, Esperantina completará 100 anos de emancipação política.

“O festival se tornou um patrimônio cultural do município. A alegria do povo, a forma contagiante que a população recebeu esse grande evento foi muito importante. Todos estão de parabéns pelo envolvimento. O nosso próximo encontro, no ano que vem, será ainda mais especial por conta do aniversário de 100 anos do município”, finaliza Vilma Amorim.