Teresina - PI

Marcado julgamento de acusado de matar mulher com tiro na cabeça em Teresina

O acusado é réu na Justiça desde o dia 18 de novembro de 2018. O acusado foi preso no dia 10 de outubro de 2018 acusado de matar Ludimar com um tiro na praça do bairro Todos os Santos.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), marcou a audiência de instrução e julgamento de João Pedro da Silva Santos para o dia 15 de outubro deste ano. O réu é acusado de assassinar a companheira, identificada como Ludimar de Sousa Oliveira, em uma praça no bairro Todos os Santos.

João Pedro é réu na Justiça desde o dia 18 de novembro de 2018, quando o juiz de direito Antônio Reis de Jesus Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri, recebeu denúncia do Ministério Público do Estado do Piauí.

Nesta audiência o Tribunal de Justiça vai decidir se o réu será pronunciado para ser julgado pelo Júri Popular. Caso passe pelo julgamento, o réu vai receber pena que deverá ser cumprida conforme determinação judicial.

Prisão e crime

João Pedro foi preso no dia 10 de outubro de 2018, acusado de matar Ludimar Oliveira com um tiro na cabeça na praça do bairro Todos os Santos, zona sudeste de Teresina, no dia 08 de setembro de 2018.

Segundo o Núcleo Policial de Investigação de Feminicídio do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), João Pedro e Ludimar estavam na praça, quando iniciaram uma discussão. A mulher tentou arremessar duas pedras contra o acusado que, em posse de uma arma de fogo, efetuou um tiro na cabeça da vítima, que morreu ainda no local.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Acusado de matar mulher em praça em Teresina vira réu na Justiça

Acusado de assassinar mulher em Teresina é preso pelo DHPP

Mais conteúdo sobre: