Política

Marcelo Castro diz que Ibaneis seria ótimo nome para comandar o MDB

“Estamos pensando nisso, estamos deixando a ideia amadurecer", disse o senador Marcelo Castro.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Cinara Taumaturgo
Teresina
- atualizado

O presidente estadual do MDB no Piauí, o senador Marcelo Castro, afirmou nesta sexta-feira (15) que o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, seria um ótimo nome para presidir a legenda nacionalmente. Atualmente o partido é comandado por Romero Jucá.

Ibaneis nasceu no Distrito Federal, mas é filho de piauienses, com família na cidade de Corrente, onde passou parte da infância e adolescência. Em novembro de 2018, ele chegou a visitar a cidade de Corrente, e comemorou o fato de ter sido eleito governador em sua primeira eleição política.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Marcelo CastroMarcelo Castro

Com a carreira política em ascensão, Ibaneis Rocha tem sido cotado como uma opção para ocupar a presidência nacional do MDB. Marcelo Castro destacou que ainda não decidiu se irá apoiar o governador, mas pontuou que se trata de um ótimo nome.

“Estamos pensando nisso, estamos deixando a ideia amadurecer. Ele é novo, de muito sucesso, que ganhou grande notoriedade como advogado em Brasília, foi eleito presidente da Ordem dos Advogados de Brasília e agora é governador do Distrito Federal, é uma pessoa de grande sucesso. Se as coisas continuarem acontecendo bem, poderá ser um nome a presidir o partido”, destacou o senador.

Ele defendeu que o partido “mude de cara” e apresente um novo projeto de governo. “O MDB precisa ser oxigenado, ser renovado, apresentar pautas novas, propostas novas, mudar de cara e se apresentar a sociedade brasileira como um novo projeto de governo”, disse Marcelo Castro.

Ibaneis

O advogado e empresário foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no DF de 2013 a 2015. Ele se formou em direito pelo UniCeub, se pós-graduou em processo do trabalho e processo civil, e é mestrando em gestão e políticas públicas pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa.

Ibaneis era o postulante ao governo do DF com o maior patrimônio declarado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com patrimônio de R$ 93.720.602,57 milhões.