Piauí

Médico José Noronha esclarece que peste suína não infecta humanos

Um novo foco da doença foi confirmado na segunda-feira (05), em um criatório de porcos no município de Parnaíba, litoral do Piauí.

Fábio Wellington
Teresina

O Governo do Estado do Piauí divulgou, no final da tarde desta quarta-feira (07), um comunicado assinado pelo médico infectologista José Noronha, onde ele esclarece que a Peste Suína Clássica não atinge a saúde do ser humano. Um novo foco da doença foi confirmado na segunda-feira (05), em um criatório de porcos no município de Parnaíba, litoral do Piauí.

Segundo o médico, a grande prejudicada pela doença é a economia, já que em caso de infestação no local onde os animais são criados, a mortalidade entre essa espécie é muito alta, podendo gerar um desabastecimento no mercado estadual ou a rejeição da carne do animal pelo público.

  • Foto: Alef Leão/GP1José NoronhaJosé Noronha

“Esses casos identificados de peste suína no nosso estado podem apresentar um risco para o setor econômico do estado que se utiliza de produtos de origem suína, uma vez que a doença apresenta uma alta mortalidade dos animais envolvidos. A doença não prejudica a saúde do ser humano, no entanto é necessário um cuidado para que não ocorra um impacto negativo na nossa economia”, explicou o infectologista.

A doença também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, é uma doença viral, altamente contagiosa, que afeta somente porcos e javalis. O último caso de Peste Suína no Piauí foi registrado em novembro do ano passado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ministério da Agricultura confirma novo foco de peste suína no Piauí

Adapi registra mais seis focos de peste suína no estado do Piauí

Piauí cria Centro de Operações para erradicar peste suína