Política

Michel Temer facilita perdão a presos por crime de corrupção

Condenados por crimes como corrupção e lavagem de dinheiro estão entre os beneficiados por todo indulto natalino

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O presidente Michel Temer assinou nesta sexta-feira (22) um decreto de indulto de Natal, que foi publicado no Diário Oficial da União, onde reduz o tempo de cumprimento das penas a condenados por crimes cometidos sem violência ou grave ameaça, segundo informações do G1.

O indulto natalino é um perdão de pena e costuma ser concedido todos os anos em período próximo ao do Natal e se não trata das saídas temporárias de presos, nas quais ele precisam retornar à prisão.

  • Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão ConteúdoMichel TemerMichel Temer

No ano passado Temer colocou os beneficiados pessoas condenadas a no máximo 12 anos e que, até 25 de dezembro de 2016, tivessem cumprido um quarto da pena, desde que não fossem reincidentes. Já neste ano ele não estabeleceu um período máximo e reduz para um quinto o tempo de cumprimento da pena para os não reincidentes.

Condenados por crimes como corrupção e lavagem de dinheiro estão entre os beneficiados por todo indulto natalino já que esses crimes são considerados sem violência ou grave ameaça.

Mais conteúdo sobre: