Teresina - PI

Ministério Público do Trabalho investiga Imobiliária Garantia

A portaria nº 588.2017 foi assinada pelo Procurador do Trabalho Edno Carvalho Moura, nesta terça-feira (19).

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Trabalho no Piauí abriu inquérito civil para investigar denúncias contra a Imobiliária Garantia. A portaria nº 588.2017 foi assinada pelo Procurador do Trabalho Edno Carvalho Moura, nesta terça-feira (19).

As denúncias são referentes ao atraso ou não pagamento das verbas rescisórias, atraso ou não ocorrência do pagamento, não pagamento do Décimo Terceiro Salário e férias.

O procurador destacou que as irregularidades relatadas, se verídicas, têm repercussão coletiva e envolve interesses transindividuais de trabalhadores.

Paralisação

Na manhã da terça-feira (19), mais de 100 trabalhadores da Garantia Incorporações e Construções paralisaram as atividades por conta dos atrasos salariais.

Outro lado

Procurado, na tarde desta quarta-feira (20), nenhum responsável pela empresa foi localizado para comentar as denúncias. O GP1 está aberto para esclarecimentos.