Lagoa Alegre - PI

Moradores denunciam péssimas condições de estradas em Lagoa Alegre

Um caminhão ficou atolado em uma das estradas vicinais de Lagoa Alegre devido a falta de pavimentação.

Cinara Taumaturgo
Teresina
- atualizado

Moradores da comunidade Vinagreira I, localizada na zona rural de Lagoa Alegre, denunciaram ao GP1 nesse sábado (30) a falta de estrutura das estradas vicinais da comunidade. Além disso, relatam o descaso com a PI 339, que se encontra inundada pelo Rio Marataoan.

Segundo o morador Lucas Oliveira, existem duas rodovias estaduais que ligam José de Freitas a Lagoa Alegre. A primeira é a PI 366, que rompeu no dia 25 de março. Já a PI 339, é a segunda rodovia que liga os dois municípios e passa pela comunidade Vinagreira I.

No entanto, o Rio Marataoan transbordou pela PI 339 em um trecho que passa pela Comunidade Pai Luiz. “Nesse ponto a estrada está cortada pela força da água que veio da Barragem do Bezerro e circunvizinhanças. A estrada, até então pouco conhecida, só é asfaltada no papel”, afirmou Lucas Oliveira.

A PI 339 está sendo bastante utilizada pelos populares, devido ao rompimento da PI 366, que acabaram por encontrar meios alternativos de atravessar o trecho alagado. “A população está passando de canoa de uma ponta a outra”, relatou o morador.

Além disso, os moradores reclamam das péssimas condições de estradas vicinais da comunidade. Conforme Lucas, devido à falta de pavimentação há um caminhão atolado em uma das vias desde sexta-feira (29). “A situação das vias atrapalha diretamente o comércio da comunidade, por que as pessoas deixam de trafegar em frente aos estabelecimentos por conta do caminho que é péssimo. Além da falta de saneamento, o esgoto é despejado sem nenhum tratamento”, afirmou.

Outro lado

O Departamento de Estradas e Rodagem (DER) não foi localizado pelo GP1. Já a Prefeitura de Lagoa Alegre está utilizando um trator para nivelar a estrada vicinal, onde caminhão ficou atolado.