Teresina - PI

MP fiscaliza plano de contingência na Maternidade Evangelina Rosa

“É necessário dar continuidade a este procedimento, a fim de garantir o funcionamento da MDER", afirmou o promotor Eny Marcos.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O promotor Eny Marcos Viera Pontes, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou um inquérito civil com o objetivo de acompanhar a implementação de plano de contingência diante da interdição ética da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER) realizada pelo Conselho Regional de Medicina (CRM).

Eny Marcos explicou que no dia 16 de maio uma audiência extrajudicial discutiu a situação da maternidade e que é preciso dar encaminhamento ao que foi discutido para que possa ser implementado na maternidade.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Maternidade Evangelina RosaMaternidade Evangelina Rosa

Na portaria de nº 77/2019, 23 de maio, o promotor explicou que já havia sido instaurado um procedimento preparatório para acompanhar a situação da maternidade, mas que com o fim do prazo, existe a necessidade de continuar acompanhando o caso, por isso converteu o procedimento em inquérito.

“É necessário dar continuidade a este procedimento, a fim de garantir o funcionamento da MDER com níveis regulares de ocupação, bem como quantidade razoável de insumos e medicamentos e estrutura física adequada”, explicou o promotor.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Florentino Neto destaca dificuldades em reforma de maternidade

MP investiga problemas na estrutura da Maternidade Evangelina Rosa

TCE determina realização de auditoria na Maternidade Evangelina Rosa