Santa Rosa do Piauí - PI

MP investiga prefeito Veríssimo por pintar prédios de vermelho

A portaria nº 27/2019 foi assinada pelo promotor de Justiça, Vando da Silva Marques, no dia 9 de abril deste ano.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado instaurou inquérito civil para investigar o prefeito de Santa Rosa do Piauí, Verissimo Antônio Siqueira da Silva, acusado de improbidade administrativa. A portaria nº 27/2019 foi assinada pelo promotor de Justiça, Vando da Silva Marques, no dia 9 de abril deste ano.

O objetivo é investigar ato de improbidade administrativa consistente na pintura de órgãos e logradouros públicos com as cores do Partido do Trabalhadores (PT) (vermelho), em total discrepância às cores oficiais do município (verde e amarelo).

  • Foto: Facebook/PrefeituradeSantaRosaVeríssimo, prefeito de Santa Rosa do Piauí Veríssimo, prefeito de Santa Rosa do Piauí

O promotor determinou envio de requisição à Prefeitura Municipal de Santa Rosa do Piauí para que, no prazo de 10 dias, envie todos os procedimentos licitatórios, contratos administrativos, notas de empenho e comprovantes dos gastos realizados com materiais de construção em geral (tintas, selantes, massas, lixas e outros) e serviços de pintura em geral utilizadas para a mudança de cores em escolas, órgãos e prédios púbicos em geral, além de praças e logradouros públicos do município, desde o início da gestão atual (Janeiro de 2017 até a presente data).

O membro do MP expediu ainda recomendação ao prefeito para que se abstenha de realizar novas práticas consistentes em pinturas de escolas, órgãos, prédios e logradouros públicos em geral com a cor vermelha, evitando-se a identificação com o partido ao qual é filiado.

O prefeito deve ainda providenciar imediatamente a repintura dos prédios públicos que tiverem a inserção da cor ou alteração para a cor vermelha às cores oficiais do município, quais sejam, verde e amarelo, retornando-se às cores anteriormente existentes (verde e amarela), cuja aquisição de material e serviços deverão ser custeados às expensas, única e exclusivamente, do gestor municipal, Veríssimo Antônio Siqueira da Silva.

Outro lado

Em entrevista ao GP1, na noite desta terça-feira (07), o prefeito Veríssimo informou que ainda não foi notificado, mas negou irregularidade. "Não fui até o momento intimado ou notificado do fato. Mas, as cores pintadas são na sua maioria branco, verde e amarelo, apenas alguns detalhes são em vermelho", afirmou.