Gilbués - PI

MPF apura uso irregular de ônibus escolar em Gilbués

A portaria nº 02 foi assinada pelo procurador da República Anderson Rocha Paiva, nesta terça-feira (29).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público Federal no Piauí instaurou inquérito civil para investigar denúncia de irregularidade no município de Gilbués. A portaria nº 02 foi assinada pelo procurador da República Anderson Rocha Paiva, nessa terça-feira (29).

A investigação foi aberta após denúncia enviada através da Sala de Atendimento ao Cidadão noticiando a utilização irregular de ônibus escolar no município de Gilbués de placa HZA- 6872- Teresina, custeado com recursos do PNATE e pertencente a Empresa C2 Transportes, com o escopo de conduzir uma excursão, nos dias 24 e 25 de Novembro de 2018, até a pousada São Cosme Damião, em Formosa do Rio Preto – BA.

Segundo o noticiante, tal viagem foi organizada por Leandro Andrade Figueiredo, diretor da Unidade Escolar Fausto Lustosa localizada também em Gilbués.

Inicialmente foi aberta uma notícia de fato, mas por conta da insuficiência de elementos necessários para uma imediata adoção de qualquer das medidas elencadas no artigo 4º, da Resolução CSMPF nº 87/2010 e o esgotamento do prazo desse procedimento administrativo, foi instaurado o inquérito.

Outro lado

Nenhum representante da prefeitura foi localizado pelo GP1.