São João da Fronteira - PI

MPF investiga ex-prefeitos Carne Assada e Valdifrancis Mendes

A portaria nº 11 foi assinada pelo procurador da República Saulo Linhares da Rocha, no dia 11 de maio deste ano.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público Federal no Piauí instaurou inquérito civil contra os ex-prefeitos de São João da Fronteira, Antonio Ximenes Jorge, o "Carne Assada" e Valdifrancis Mendes Escórcio de Brito, por irregularidades na aplicação de recursos federais. A portaria nº 11 foi assinada pelo procurador da República Saulo Linhares da Rocha, no dia 11 de maio deste ano.

Os recursos são referentes ao convênio 203533/2012, firmado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE/MEC nas gestões de Antônio Ximenes (01-01-2009 a 31-12-2012) e de Valdifrâncis (01-01-2013 a 31-12-2016).

O procurador destacou que é função do Ministério Público promover o inquérito civil e a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos, conforme o disposto nos art. 129, III, da Constituição Federal, assim como nos arts. 6º, VII, b e d e 7º, I e II, ambos da Lei Complementar nº 75/93.

Outro lado

O ex-prefeito Valdifrâncis informou que ainda não foi notificado: "Ainda não fui notificado. Cada secretário era gestor da sua pasta e quem aplicava o dinheiro. Não estou sabendo de nada não", afirmou.

O ex-prefeito Carne Assada não foi localizado pelo GP1.