Barreiras do Piauí - PI

MPF investiga vice-prefeito Aroldin por acúmulo ilegal de cargos

A portaria nº 4, de 11 de fevereiro, foi assinada pelo procurador da República Anderson Rocha Paiva.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público Federal abriu inquérito civil para investigar denúncia contra o vice-prefeito de Barreiras do Piauí, Manoel Aroldo Barreira Filho, mais conhecido como Aroldin, acusado de acúmulo de cargos públicos.

A portaria nº 4, de 11 de fevereiro, foi assinada pelo procurador da República Anderson Rocha Paiva.

O procurador considerou procedimento administrativo instaurado em razão de denúncia feita através da Sala de Atendimento ao Cidadão, sobre a acumulação indevida dos cargos de vice-prefeito do Município de Barreiras do Piauí, ocupado por Manoel Aroldo Barreira Filho, e de dentista do Programa de Saúde da Família no município de São Gonçalo do Gurguéia desde de 2013.

Na portaria, o procurador destacou que o Ministério Público é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

Outro lado

O vice-prefeito não foi localizado pelo GP1.