Teresina - PI

“Nem sempre você ganha”, diz Wilson Martins sobre Átila Lira

O PSB Nacional decidiu expulsar Lira depois que ele votou a favor da reforma da Previdência, contrariando a orientação do partido.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O ex-governador e presidente do PSB no Piauí, Wilson Martins disse que o partido não vai ficar fragilizado com a saída do deputado federal Átila Lira que foi expulso do partido por ter votado a favor da reforma da Previdência contrariando a orientação do Diretório Nacional.

Ele afirmou que o plano é seguir de cabeça erguida para conquistar os objetivos do partido, sobretudo, em 2020 que é um ano eleitoral. “O plano é prosseguir em frente de cabeça erguida, resistindo sempre, combatendo o bom combate. A virtude não está em conviver com a vida fácil, com bonança do poder e sim na conquista dos objetivos pela luta e pelo trabalho. A atividade política é muito instável. Ela é muito dinâmica e nem sempre você ganha ou está forte. Isso é absolutamente compreensível. Estamos tranquilos”, disse o ex-governador.

  • Foto: Hélio Alef/GP1Wilson MartinsWilson Martins

Entenda o caso

O Diretório Nacional do PSB decidiu expulsar Átila Lira do partido por 82 votos favoráveis. A deliberação foi tomada após o parlamentar ter votado a favor da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados contrariando a orientação do PSB.

O deputado federal foi considerado reincidente no descumprimento de decisões da legenda já que em abril de 2017, votou a favor da reforma do então presidente Michel Temer (MDB) que alterou a legislação trabalhista. Além de Átila, que é coordenador da bancada do Piauí no Congresso, outros 10 parlamentares do partido desobedeceram à orientação partidária no primeiro turno e votaram a favor do texto que muda as aposentadorias. Em entrevista ao O Estado de S. Paulo,Átila Lira considerou a decisão “autoritária e opressora”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deputado federal Átila Lira deve se filiar ao Democratas

Ciro Nogueira diz que vai trabalhar para filiar Átila Lira ao PP

Átila Lira diz que expulsão do PSB foi "autoritária e repressora"

Deputado federal Átila Lira é expulso do PSB

Mais conteúdo sobre: