Picos - PI

Padre Walmir continua sem líder na Câmara Municipal de Picos

Cargo está vago desde o dia 11 de maio quando o vereador Renato Ibiapino (PT) pediu renúncia.

José Maria Barros
Picos

No momento em que sua gestão enfrenta críticas oriundas de todos os lados, o prefeito Padre José Walmir de Lima (PT) está há 17 dias sem um líder na Câmara Municipal de Picos.

A líderança do governo na Câmara de Picos está vaga desde o dia 11 de maio, data em que o vereador Raimundo Nunes Ibiapino, o Renato (PT), renunciou ao cargo apenas seis meses depois de ser indicado pelo prefeito Padre Walmir.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Governo do Padre Walmir está sem líder na Câmara.Governo do Padre Walmir está sem líder na Câmara.

Antes de Renato, quem assumia a liderança do governo na Câmara de Picos era o vereador Evandro Lima de Moraes, o Evandro Paturi (MDB), mas, em 12 de novembro do ano passado ele fora destituído do cargo pelo prefeito Padre Walmir.

Segundo apurou o GP1, até esta quinta-feira, 28 de maio, o prefeito Padre Walmir não havia enviado nenhum comunicado a Câmara de Picos indicando o nome do novo líder do Governo.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Vereador Renato renunciou ao cargo dia 11 de maio.Vereador Renato renunciou ao cargo dia 11 de maio.

As sessões ordinárias da Câmara de Picos estão sendo realizadas de forma remota desde a quinta-feira passada, 21 de maio, e a gestão do Padre Walmir tem sido alvo de várias críticas e questionamentos por parte da bancada de oposição. Como o governo não tem um líder na casa, a defesa do Palácio Coelho Rodrigues fica comprometida.

O prefeito Padre Walmir conta na Câmara Municipal de Picos com uma bancada de apoio de nove vereadores. Entretanto, desde o dia 11 de maio não tem um líder para atuar com mais ênfase em sua defesa.