Mundo

Papa Francisco diz que está ‘extremamente preocupado’ com a Síria

Na sexta-feira (13), Estados Unidos, França e Reino Unido fizeram uma ação conjunta em resposta a um suposto ataque químico na região.

NAYRANA MEIRELES
DE TERESINA

- atualizado

Ao concluir a oração do Regina Coeli, na Praça de São Pedro, no Vaticano, neste domingo (15), o Papa Francisco disse que está se sentindo “profundamente preocupado” com a “incapacidade” de se conseguir uma ação destinada à paz na Síria.

O Papa disse lamentar que "apesar dos instrumentos à disposição da comunidade internacional, custe chegar a uma ação comum a favor da paz na Síria e em outras regiões do mundo". Francisco falou ainda que reza “incessantemente pela paz” e pediu "a todos os responsáveis políticos para que prevaleça a justiça e a paz".

  • Foto: Remo Casilli/ReutersPapa FranciscoPapa Francisco

Na sexta-feira (13), Estados Unidos, França e Reino Unido fizeram uma ação conjunta em resposta a um suposto ataque químico na Síria. Os primeiros ataques foram realizados por volta das 22h (horário de Brasília). Pelo menos 13 mísseis foram atingidos pelos sistemas de defesa sírio em Damasco e três alvos foram atingidos pelos mísseis. Foram eles o centro de pesquisa e produção de armas químicas e biológicas em Damasco, um armazém de armas químicas em Homs e uma base também na cidade.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Conselho de Segurança da ONU rejeita pedido russo de condenação a ataques na Síria

Presidente Donald Trump agradece ajuda da França e Reino Unido em ataque à Síria

Vladimir Putin se pronuncia sobre ataque dos EUA a Síria

MAIS NA WEB