Teresina - PI

PF deflagra operação contra empresas usadas para compra de votos no Piauí

A investigação apontou que nos últimos dias os pagamentos a estas duas empresas se intensificaram, além de terem sido identificados inúmeros saques de valores (em espécie) por parte destas empresas.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

A Polícia Federal no Piauí deflagrou, na manhã deste sábado (14), operação após investigação de desvio de recursos públicos destinados à captação de sufrágio (compra de votos) nas Eleições 2020.

De acordo com a PF, os indícios são de que duas empresas de fachada foram abertas em nome de “laranjas” com objetivo de receber recursos públicos da Secretaria de Defesa Civil do Estado do Piauí e da Secretaria de Estado das Cidades para utilizar na compra de votos.

  • Foto: Divulgação/PF-PIEquipes da Polícia Federal em um dos endereços da operação desta manhãEquipes da Polícia Federal em um dos endereços da operação

A investigação apontou que nos últimos dias os pagamentos a estas duas empresas se intensificaram, além de terem sido identificados inúmeros saques de valores (em espécie) por parte destas empresas.

  • Foto: Divulgação/PFMais um endereço alvo da Polícia FederalMais um endereço alvo da Polícia Federal

A operação policial mobilizou 30 policiais federais para o cumprimento de sete mandados de busca e apreensão nos municípios de Teresina e São Francisco do Piauí, todos expedidos pelo Juízo da 98ª Zona Eleitoral de Teresina.