Brasil

PF: Moro não orientou enquadramento de Lula na Lei de Segurança Nacional

“A solicitação, recebida pela PF, se restringia ao pedido de apuração de declarações que poderiam caracterizar, em tese, crime contra a honra do atual Senhor Presidente da República”, afirma a PF.

Por  Estadão Conteúdo

A Polícia Federal afirmou que, nesta quarta, 19, realizou oitiva do ex-presidente Lula e nega que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, tenha orientado sobre ‘eventual enquadramento do ex-Presidente pela prática de crime tipificado na Lei de Segurança Nacional’.

“A solicitação, recebida pela PF, se restringia ao pedido de apuração de declarações que poderiam caracterizar, em tese, crime contra a honra do atual Senhor Presidente da República”, afirma a PF.

Segundo a PF, ‘no relatório já encaminhado ao Poder Judiciário, resta demonstrado a inexistência de qualquer conduta praticada, por parte do investigado, que configure crime previsto na Lei de Segurança Nacional’.