Economia e Negócios

Piauí é o 3º estado do Nordeste que menos recebeu impostos em junho

O levantamento foi realizado com base nos dados do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo que apura a quantia em dinheiro que cada estado recebe em impostos.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O GP1 realizou um levantamento sobre a arrecadação de impostos dos nove estados do Nordeste durante o mês de junho que apontou que o Piauí foi o terceiro estado que menos conseguiu dinheiro durante os 30 dias do mês passado.

O levantamento foi realizado com base nos dados do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo que apura a quantia em dinheiro que cada estado recebe em impostos. O total que o Piauí recebeu em junho foi R$ 923.739.851,32 e ficando somente na frente de Alagoas, com R$ 871.293.500,34 e Sergipe com R$ 798.308.122,01.

Mesmo durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), estados mais turísticos e com a população mais numerosa, conseguiram arrecadar acima de R$ 3 bilhões no mês passado.

Os três primeiros que conseguiram esse feito, foram a Bahia, que teve o maior montante durante junho, sendo um total de 5.274.653.426,75, em segundo ficou Pernambuco com R$ 3.837.143.267,76 e o Ceará com R$ 3.068.348.252,51.

Confira quanto estado do Nordeste recebeu em impostos

1 - Bahia – R$ 5.274.653.426,75

2 - Pernambuco – R$ 3.837.143.267,76

3 - Ceará – R$ 3.068.348.252,51

4 - Maranhão – R$ 1.569.487.058,03

5 - Paraíba – R$ 1.226.150.633,94

6 - Rio Grande do Norte – R$ 1.207.431.045,49

7 - Piauí - R$ 923.739.851,32

8 - Alagoas – R$ 871.293.500,34

9 - Sergipe – R$ 798.308.122,01

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Impostômetro: brasileiros pagaram R$ 2,5 trilhões em impostos em 2019

Pandemia fez arrecadação de impostos cair 33% em maio, diz Receita Federal

Empresas querem que Bolsonaro adie cobrança de impostos por 3 meses