Teresina - PI

Piauiense tem renda média mensal de quase R$ 1.420, aponta Pnad

No segundo trimestre de 2019, o rendimento era de R$ 1.471 mensal, com o mês de setembro encerrado, o valor caiu para R$ 1.419.

Davi Fernandes
Teresina

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta terça-feira (19), revelam que o trabalhador piauiense fechou o terceiro trimestre do ano com um rendimento médio de quase R$ 1.420 mensais entre pessoas de 14 anos ou mais.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad – Contínua), que aponta uma redução no rendimento mensal do piauiense. No segundo trimestre de 2019, o rendimento era de R$ 1.471 mensal, com o mês de setembro encerrado, o valor caiu para R$ 1.419. Porém em comparação com o mesmo período do ano passado, ocorreu um aumento no rendimento mensal, que era de R$ 1.398.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1DinheiroDinheiro

Subutilização do trabalho

A subutilização da força de trabalho é em relação a pessoas que procuram trabalho, mas não encontram; trabalham menos horas do que gostariam ou quem não estavam ocupadas nem desocupadas, mas tinham capacidade de se transformar em força de trabalho.

O Piauí apresentou o percentual de 41,1% de subutilização da força de trabalho, e com isso ficou apenas atrás do Maranhão, com 41,6%.

Outro dado negativo para o estado é sobre pessoas empregadas sem carteira de trabalho assinada no setor privado. O Piauí é o terceiro estado com a maior taxa, com 49,9%. Maranhão apresentou 50,1% e Pará 49,9%.

NOTÍCIA RELACIONADA

Piauí tem a 2ª maior taxa de subutilização do trabalho, diz IBGE

Mais conteúdo sobre: