Caxias - MA

PM reage a abordagem da PRF e é morto com dois tiros na BR 316

Toda a ação foi registrada pelos policiais rodoviários que começaram a gravar a situação ao perceber que o PM estava alterado.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O subtenente Baltazar de Carvalho Araújo morreu na noite desse domingo (02), ao sacar a arma contra um policial rodoviário federal durante o atendimento da PRF a uma colisão, envolvendo o carro do policial militar e um caminhão na BR 316, em Caxias, no Maranhão. Um vídeo registrado pela PRF mostrou a ação.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, por volta de 19h uma guarnição da PRF se deparou com um acidente, tipo colisão traseira, entre um caminhão conduzido por J. O da S. e uma Hilux, que era conduzida pelo subtenente Baltazar de Carvalho Araújo, em aparente estado de embriaguez alcoólica.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppBaltazar de Carvalho AraújoBaltazar de Carvalho Araújo

O policial militar, que é lotado no 2º Batalhão da Polícia Militar de Caxias, se recusou a entregar seus documentos à guarnição da PRF e passou a fazer menção que iria sacar sua pistola. Toda a ação foi registrada pelos policiais rodoviários que começaram a gravar a situação ao perceber que o PM estava alterado.

O subtenente pediu aos policiais rodoviários que comunicassem a ocorrência ao comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar de Caxias e outra vez fez menção em sacar a pistola.

No momento em que um dos dois PRFs que faziam o atendimento da ocorrência entrou na viatura, o subtenente se dirigiu para trás do veículo e disse: “a partir da hora que eu sacar minha arma eu te atiro”. Logo em seguida o subtenente saca a pistola e é alvejado com dois tiros por um dos policiais rodoviários.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e socorreu o policial militar até o Hospital Geral Gentil Filho, em Caxias, onde acabou vindo a óbito. O caso será investigado pela Polícia Civil do Maranhão, que vai apurar as circunstâncias da ocorrência.