Teresina - PI

“Podemos ter dois candidatos da oposição no 2º turno”, diz Franzé Silva

O secretário disse ainda que a oscilação de Kleber Montezuma entre segundo e terceiro lugares nas pesquisas, revela que a gestão tucana não está atendendo aos anseios dos teresinenses.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O secretário de Administração do Piauí e deputado estadual, Franzé Silva (PT), afirmou ao GP1 nesta quinta-feira (12) que é totalmente possível ter dois candidatos da oposição na disputa pela Prefeitura de Teresina em um eventual segundo turno.

Franzé, que é coordenador da campanha do candidato do Partido dos Trabalhadores ao Palácio da Cidade, deputado Fábio Novo, advertiu que caso essa previsão de segundo turno entre dois nomes que estão na oposição não se concretize, a estratégia é unir todos os adversários da Prefeitura em um mesmo lado.

  • Foto: Alef Leão/GP1Franzé SilvaFranzé Silva

“A gente vê as pesquisas e percebe a oscilação do eleitor. Podemos ter dois candidatos da oposição no segundo turno. Temos acompanhado o movimento dos dados de pesquisas e não é impossível. Queremos ter dois candidatos da oposição no segundo turno e caso não seja possível, com certeza todos os candidatos da oposição e todos os partidos, marcharão juntos no segundo turno”, afirmou o secretário.

Franzé Silva ainda criticou a administração atual da Prefeitura de Teresina e ponderou que a oscilação do candidato do PSDB, Kleber Montezuma entre segundo e terceiro lugares nas pesquisas, revela que a gestão tucana não está atendendo aos anseios dos teresinenses.

“A situação eleitoral é reflexo do processo de gestão. Ao se ver, depois de 30 anos um grupo comandando a prefeitura, hoje patinar em terceiro colocado nas pesquisas, dependendo do Instituto, oscilando para segundo, é porque por parte da Prefeitura de Teresina tem uma rejeição. Há muito cansaço”, criticou o deputado.

NOTÍCIA RELACIONADA

Franzé Silva e Nerinho assumem secretarias nesta sexta-feira