Teresina - PI

Polícia Civil captura acusado de matar sargento da PM Marcos Roberto

Ele se encontrava foragido do Centro Educacional Masculino (CEM), onde cumpria medida socioeducativa por ter praticado um homicídio em 2017.

Thais Guimarães
Teresina

A Polícia Civil do Piauí aprendeu, na tarde desta sexta-feira (14) em Teresina, o jovem S. R. L. de S., de 19 anos, que se encontrava foragido do Centro Educacional Masculino (CEM), onde cumpria medida socioeducativa por ter praticado um homicídio em 2017. O rapaz também é acusado de participar do assassinato do sargento Marcos Roberto Freitas, crime ocorrido no dia 04 de agosto na capital.

O mandado de busca e apreensão foi cumprido pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que localizou o acusado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Promorar, onde ele buscou atendimento dias depois de ser baleado na troca de tiros com o sargento da Polícia Militar, que reagiu ao assalto, mas acabou perdendo a vida.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppSargento Marcos Roberto FreitasSargento Marcos Roberto Freitas

De acordo com a Polícia Civil, S. R. L. de S. cometeu crime de roubo seguido de morte contra a vítima Ruimar Silva Almeida, fato praticado no dia 01 de novembro de 2017, na cidade de Açailândia, no Maranhão.

Nesta quinta-feira (13), o acusado foi localizado pelo DHPP na UPA do Promorar, onde deu entrada alegando ter sido alvejado por um desafeto, mas os médicos desconfiaram, pois o ferimento não era recente. Assim, a Polícia Militar foi acionada e logo depois identificou a participação dele no assassinato do sargento. Ele prestou esclarecimentos ao delegado Genival Vilela, e confessou que atirou contra o policial, mas não informou o nome do parceiro que participou do crime.

Entenda o caso

O sargento da Polícia Militar do Piauí, Marcos Roberto Freitas, foi morto a tiros no dia 04 de agosto no bairro Porto Alegre, zona sul de Teresina. Segundo a PM, ele teria reagido a um assalto e acabou sendo alvejado.

O delegado Danúbio Dias, responsável pelas investigações do caso, informou que a principal testemunha do crime relatou que os criminosos abordaram o policial anunciando um assalto. Em seguida, o sargento sacou sua arma de fogo, porém, os criminosos efetuaram os disparos primeiro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sargento da Polícia Militar é morto a tiros no bairro Porto Alegre

DHPP aponta que sargento Marcos Roberto foi vítima de latrocínio

DHPP localiza acusado de assassinar sargento da PM Marcos Roberto