Polícia

Polícia Civil prende 74 pessoas em menos de uma semana no Piauí

"Foram 74 prisões realizadas exclusivamente em operações da polícia civil, cujo trabalho cada dia tem sido motivo de orgulho para nossa Instituição e nossas famílias", afirmou Luccy Keiko

Willyam Ricardo
Teresina
- atualizado

A Polícia Civil do Piauí comemorou o sucesso das operações realizadas nesses primeiros 6 dias do mês de dezembro de 2019 em que 74 pessoas foram presas em menos de uma semana durante ações policiais como Operação Dictum, Operação Apocalipse e Operação Rota Negra.

A primeira, nomeada como “Operação Dictum”, ocorrida nesta segunda-feira (2), foi deflagrada por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO). A investigação foi iniciada a partir de dezembro de 2018 e acabou acarretando nas prisões de 16 pessoas, dentre eles estão policiais militares e um policial civil. Eles são acusados pelo cometimento de tráfico de drogas, homicídios e roubos.

  • Foto: Alef Leão/GP1Polícia CivilPolícia Civil

A segunda, chamada “Operação Apocalipse”, ocorrida nesta quarta-feira (4), foi deflagrada por meio da Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter). Essa ação teve como objetivo cumprir 37 mandados de prisão preventiva, temporária e busca e apreensão contra duas organizações criminosas especializadas em roubo, furto, receptação, fraudes documentais e adulteração de veículos em Teresina. No total, 35 prisões foram realizadas.

A terceira, chamada de “Operação Rota Negra”, ocorrida na manhã desta sexta-feira (6), na cidade de Barras. Deflagrada pela Polícia Civil e com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF-PI), teve como objetivo desarticular uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas. 17 pessoas foram presas nesta operação. Outras seis prisões foram realizadas pela Polícia Civil.

Para o delegado geral, Luccy Keiko, o trabalho tem sido “motivo de orgulho” para a instituição. Ele também afirma que tal trabalho deva ser repetido e aprimorado em 2020. "Foram 74 prisões realizadas exclusivamente em operações da polícia civil, cujo trabalho cada dia tem sido motivo de orgulho para nossa Instituição e nossas famílias. Estamos trabalhando incessantemente, em todo o Estado, para investigar, localizar e prender pessoas envolvidas no cometimento de crimes. Queremos encerrar o ano de 2019 com a certeza que fizemos um grande trabalho, para ser repetido e aprimorado em 2020", finaliza o Delegado Geral Luccy Keiko.

NOTICIAS RELACIONADAS

Operação Dictum: Greco divulga áudios de policiais planejando crimes

Operação Dictum: policiais pediam R$ 20 mil para cometer assassinatos

Policiais presos na Operação Dictum faturavam R$ 50 mil por semana

Alvo da Operação Dictum nega participação em organização criminosa

Juiz mantém preventiva de policiais presos na Operação Dictum

Dois policiais foragidos da 'Operação Dictum' são presos pelo GRECO

Último policial militar alvo da Operação Dictum é preso pelo Greco

Polinter deflagra 'Operação Apocalipse' e cumpre 37 mandados de prisão

Empresário preso na Operação Apocalipse revendia veículos roubados

Operação Apocalipse: motocicletas roubadas eram vendidas por R$ 500

Empresário alvo da Operação Apocalipse já havia sido preso em junho

Polícia deflagra 'Operação Rota Negra' e prende 17 pessoas em Barras