Piauí

Polícia Federal avança em investigações na UFPI para apurar crime de Peculato

Além do crime de Peculato também está sendo investigado o desvio de recursos públicos supostamente ocorrido na COPEVE.

Da Redação

Foram convocados a comparecer à Superintendência da Polícia Federal, para prestar depoimento em Inquérito Policial Federal aberto para apurar o crime de Peculato supostamente praticado pelo atual Pró-Reitor da PRPPG, Saulo Brandão, vários dirigentes, ex-dirigentes, membros e ex-membros da COPEVE, atual COPESE. Entre os intimados estão o próprio Saulo Brandão e o atual presidente da COPESE.

Além do crime de Peculato também está sendo investigado o desvio de recursos públicos supostamente ocorrido na COPEVE quando da gestão do senhor Saulo Brandão. Em roda pequena, tem circulado a informação de que alguns dos intimados estariam dispostos a negociar uma delação premiada com o Ministério Público Federal. O Pró-Reitor Saulo Brandão já enfrenta, na Justiça Federal, Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa.