Piauí

População com maior renda realizou mais testes da covid-19 no Piauí

Apenas 10,4% daqueles que têm rendimento domiciliar per capita de menos de meio salário mínimo foram testados no Piauí

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A pesquisa PNAD COVID19, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta sexta-feira (23), apontou que a proporção de pessoas que se submeteram aos testes do novo coronavírus no Piauí foi maior na população com maior renda e maior nível de estudo

Segundo a pesquisa, o Piauí é o segundo estado que mais aplicou testes para diagnosticar a Covid-19. Até setembro, o Piauí havia testado 17% da população, atrás apenas do Distrito Federal (22,2%).

  • Foto: Divulgação/AscomPiauí é o segundo estado que mais realizou testes de covid-19Piauí é o segundo estado que mais realizou testes de covid-19

Mais de 50,8% das pessoas que têm rendimento domiciliar per capita de 4 ou mais salários mínimos se submeteram ao teste, enquanto apenas 10,4% daqueles que têm rendimento domiciliar per capita de menos de meio salário mínimo foram testados.

A proporção daqueles que se submeteram aos testes também é maior entre as pessoas com ensino superior completo no Piauí, sendo que cerca de 35,6% deles foram testados. Em contrapartida, das pessoas sem instrução ou com nível fundamental completo, apenas 10,3% se submeteram ao teste.

Cor de pele

Ainda de acordo com a pesquisa, a proporção de pessoas que fizeram testes também foi maior entre aquelas de cor branca (18,1%) do que entre as de cor preta ou parda (16,6%). Os dados mostram que a maioria das pessoas que fizeram teste para detectar a doença no Piauí são do sexo feminino (53,3%).

Idosos

Cerca de 15,2% dos idosos (pessoas com 60 anos ou mais de idade) residentes no estado foram testados até setembro. Até setembro, cerca de 3,3% da população piauiense havia testado positivo para a doença, conforme informado pela população ao IBGE.

Mais conteúdo sobre: