Parnaíba - PI

Popular denuncia que Central de Flagrantes de Parnaíba está sem escrivão

De acordo com o denunciante que não quis se identificar, às 8h de hoje a unidade se encontrava apenas com o delegado titular trabalhando, sem nenhum outro policial ou escrivão.

Davi Fernandes
Teresina
Laura Moura
Teresina
- atualizado

O GP1 recebeu denúncia nesta quarta-feira (15), de que a Central de Flagrantes de Parnaíba está sem policiais e sem escrivão para realizar os registros de depoimentos.

De acordo com um popular que não quis se identificar, ao chegar às 8h de hoje na unidade para realizar uma denúncia, encontrou apenas o delegado titular trabalhando, sem nenhum outro policial ou escrivão.

Em contraponto, a Delegacia Geral de Polícia Civil, informou por meio de nota que a cidade de Parnaíba conta com seis delegados, 53 agentes de polícia e sete escrivães. "Destes, estão fixos na Central de Flagrantes de PHB, 01( um) DPCs, 04 (quatro) EPCs e 12 (doze) APCs", diz trecho da nota.

Confira a nota da Delegacia Geral:

A Delegacia Geral de Polícia Civil informa que não procede a informação de falta de policiais em Parnaíba estando lotados naquela cidade: 06 (seis) Delegados, 07 (sete) Escrivães e 53 (cinquenta e três) Agentes de Polícia. Destes, estão fixos na Central de Flagrantes de PHB, 01( um) DPCs, 04 (quatro) EPCs e 12 (doze) APCs, devendo todos os demais policiais tirarem plantões mensais na central em escalas de apoio como forma de fazer jus ao recebimento de adicionais extra e noturno ao final do mês.

Acrescenta que todos os procedimento que chegam aquela central são realizados conforme determina a lei vigente.