Teresina - PI

Postes da Eletrobras podem cair por atuação de dragas no Rio Poti

O GP1 foi até o local e constatou o impacto causado por uma draga instalada próxima de três postes, que por pouco não desabaram.

BRUNNO SUÊNIO
DE TERESINA

- atualizado

Draga ameaça derrubar poste da Eletrobras no Rio Poti

A Eletrobras Distribuição Piauí está reforçando a estrutura de três linhas de alta tensão, responsáveis pelo abastecimento de 125 mil unidades consumidoras, que tiveram problemas devido à atuação de dragas no Rio Poti, na região da Vila da Guia, zona sudeste de Teresina.

O GP1 foi até o local e constatou o impacto causado por uma draga instalada próxima de três postes, que por pouco não desabaram. O engenheiro Francisco Barbosa Leal Júnior, do setor de manutenção de linhas de alta tensão da Eletrobras Distribuição Piauí, explicou que a situação era considerada de risco, mas a empresa conseguiu interferir antes que ocorresse dano à estrutura.

“A nossa equipe sempre acompanhou essas estruturas no inverno e sempre viu uma situação tranquila na margem do rio, com 15 metros distante da linha, mas tem uma draga, que tá tirando muita areia e degradando a margem do rio. Isso foi constatado após a chuva da Semana Santa, nos dias 29 e 30 e, logo em seguida, nós pedimos para verificar como estava a nossa estrutura e observou-se que tinha derrubado uma barreira de 3 a 7 metros dentro do rio e, com isso, a gente viu o iminente risco da estrutura [poste] ser levada também”, explicou.

O engenheiro ressaltou que as estruturas já suportaram uma das maiores cheias do Rio Poti, registrada em 1985, no entanto, a degradação da margem o rio está prejudicando a sua base de sustentação.

Segundo Francisco Barbosa, no local, há três postes com linhas de alta tensão que juntas são responsáveis por levar energia a grande parte da Capital, José de Freitas, União e outras localidades. “O poste mais alto é o circuito duplo, são duas linhas, que vão para subestação Satélite, Poti, Miguel Alves, José de Freitas, União, Marambaia e Novo Nilo. Já o circuito simples é o que tem dois postes, que está indo para a subestação do Teresina Shopping. Dá um total de 125 mil unidades consumidoras que poderiam ter sido afetadas, aproximadamente, 500 mil pessoas, se esses postes viessem a cair no chão, mas a Eletrobras está trabalhando para evitar isso. Com essa colocação dos taludes, a nossa engenharia acredita que esse problema vai estar superado”, explicou.

O que diz a SDU Sudeste

Em contato com a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Sudeste, o gerente de obras, Isacc Meneses, informou que a Secretaria de Meio Ambiente do Município deverá ser acionada, após ofício da Eletrobras, para enviar uma equipe no local e fiscalizar a atuação das dragas, reclamadas pela Eletrobras Distribuição Piauí.

“Nós já conversamos com a Eletrobras e eles vão nos enviar um ofício, solicitando que a gente faça uma intervenção junto às dragas, e a gente vai acionar o Meio Ambiente para que faça uma avaliação in loco, com os técnicos, para ver se o que eles estão fazendo está fora do que foi autorizado por alvará e se eles estão também com essa licença em dia”, destacou Isacc Meneses.

Nenhum responsável pela draga foi encontrado no local.

MAIS NA WEB