Teresina - PI

Pouso de aeronave da PF no aeroporto de Teresina provoca alvoroço

Todo o estardalhaço em torno do pouso da aeronave foi motivado por conta de operações que a Polícia Federal tem realizado em alguns estados brasileiros por conta de fraudes na compra de respiradores.

Fábio Wellington
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

A aterrissagem de uma aeronave da Polícia Federal, por volta de 12h desta terça-feira (30), no Aeroporto Petrônio Portella, em Teresina, causou um “alvoroço” nas redes sociais e chegou a ser noticiada pelo site O Antagonista. Para o site nacional "muita gente no Piauí ficou com calafrios e não é covid-19".

Todo o estardalhaço em torno do pouso da aeronave na Capital foi motivado por conta de operações que a Polícia Federal tem realizado em alguns estados brasileiros por conta de fraudes na compra de respiradores, medicamentos e outros materiais hospitalares nesse período de pandemia do novo coronavírus.

Atualmente a PF vem investigando irregularidades na saúde pelo menos nos estados do Ceará, Maranhão, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Pará, Amazonas, Acre, Mato Grosso do Sul, Recife, Amapá e no Distrito Federal.

Procurada pelo GP1, na tarde desta terça-feira (30), assessoria de comunicação da Polícia Federal em Teresina informou que a aeronave pousou no Aeroporto Petrônio Portella para uma parada técnica, a fim de realizar uma manutenção no avião.