Piauí

Pré-Enem Seduc amplia interação dos alunos com salas de aula on-line

Os grupos reforçam o ensino-aprendizagem e estimulam o aluno a permanecer estudando.

Uma das vantagens do estudo em grupo é a motivação que a dinâmica gera entre os estudantes e na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não é diferente. A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio do Pré-Enem Seduc, organizou grupos como uma ferramenta de aprendizagem e propagação dos conteúdos preparatórios, as “Salas de Aula Online Pré-Enem Seduc”.

Ao mesmo tempo em que acompanham o Pré-Enem Live pela TV Antares, pela plataforma do Canal Educação no YouTube e pelas redes sociais da Seduc Piauí, os estudantes interagem nos grupos por meio de diferentes ferramentas, sendo a plataforma de mensagens WhatsApp o principal canal de comunicação.

A professora Hildalene Pinheiro, que faz parte da coordenação do Pré-Enem, destacou como os grupos reforçam o ensino-aprendizagem e estimulam o aluno a permanecer estudando.

“Aqui todos se apoiam. Criamos ambientes virtuais de reforço e aprendizagem como suporte à ausência das aulas presenciais aos estudantes, em especial da rede pública que estão se preparando para o Enem. Temos o propósito de alcançar o maior número possível de estudantes piauienses, que neste momento de distanciamento social buscam apoio, precisam de estímulo e de um acompanhamento diferenciado no que concerne ao aprendizado de conteúdos, mas também de suporte moral e emocional”, ressaltou a coordenadora.

O conteúdo

Os grupos da Sala de Aula Online Pré-Enem Seduc são coordenados por representantes das equipes Pré-Enem Seduc, Canal Educação e Seduc: Wellington Soares, Hildalene Pinheiro, Karoline Mendes, José Elias Feijão, além de contar com professores, monitores, pessoas de conhecimento de áreas específicas que interagem com membros do grupo prestando orientações de natureza voluntária.

O conteúdo é monitorado para o cumprimento das regras estabelecidas para o aproveitamento do caráter pedagógico da sala. São disponibilizados nos grupos, os materiais semanais elaborados pela equipe e distribuídos de maneira digital para que os estudantes acompanhem as lives. Como material extra, são compartilhados livros em formato de PDFs, E-books, que estão em domínio público; provas das edições anteriores do Enem e materiais digitais, links de sites educativos.

Salas virtuais

Tendo como público-alvo os estudantes, matriculados ou egressos, da rede pública e privada do Piauí inscritos no Enem 2020, os participantes das turmas interagem de todo o estado e ultrapassam as fronteiras territoriais.

A estudante Jannyne Raquel Oliveira Gonçalves é natural da cidade Nova União, no estado de Minas Gerais, conheceu o Pré-Enem Live e passou a acompanhar os grupos.

“Os grupos de estudos e salas virtuais foram fundamentais para o meu ano de estudo. Acredito que o tipo de ensino com salas virtuais são característicos da nossa época e fogem do ensino tradicional. Quando entramos no grupo de estudo não só ficamos responsáveis pelo nosso aprendizado como também conseguimos receber o apoio dos estudos, emocional e psicológico. Apoio esse que o estudante Pré-Enem precisa. Fiz amigos no grupo que levarei para a vida e acredito que esta iniciativa permanecerá até depois da pandemia”, destacou Jannyne.

Cirlandia Nonato de Carvalho, que reside no município de Caridade do Piauí e cursa o ensino médio na Unidade Escolar Maria Juscelina de Albuquerque e Silva, comentou o que representa participar dos grupos. “O maior benefício é o conhecimento amplo que o grupo oferta a todos. Sempre tem matérias excelentes, professores para tirar dúvidas e correções de redação”, disse o estudante.

Para Luis Fernando, aluno do CEEPRU Frei José Apicella, na cidade de Guadalupe, a vantagem está no conteúdo compartilhado. “Os professores nos mantêm atualizados, colocando assuntos da atualidade para podermos opinar e participar. Oferecem um acervo muito grande de conteúdo: materiais didáticos, livros, dicas, simulados, entre vários outros benefícios”, comentou o estudante.

Wennyo Lima é estudante na Unidade Escolar Antônio Borges Leal, em Manoel Emídio, explicou como funcionam as dinâmicas nas salas virtuais.

“Esse grupo virtual caiu como um milagre na minha vida. Eu estava completamente perdido sobre como iniciar os estudos para o Enem, por estar focado no conteúdo da escola. No grupo temos professores que esclarecem as dúvidas de matemática, português, redação e outras disciplinas e os próprios alunos se ajudam. Todo dia estamos sendo informados das atualidades, sempre têm dinâmicas com perguntas. Aos sábados temos simulado, o que é muito importante nesse momento, e, no domingo, recebemos os links e materiais das aulas com os melhores professores”, completou o aluno.

O companheirismo entre os estudantes que participam é também uma das marcas registradas do grupo, como aponta Fernanda Alves, natural de Campinas do Piauí. “Diante desse momento tão difícil que estamos vivendo e com todas as dificuldades, o grupo ajuda bastante tanto em assuntos, em enriquecimento de repertório como em motivação. Todo mundo está sempre disposto a ajudar, com toda paciência. E os professores são incríveis!”, disse a aluna da Unidade Escolar Dr. José de Moura Fé.

A estudante Grazimary Leite, da Unidade escolar Antônio Pereira de Araújo, em São Luís do Piauí, compartilha do mesmo sentimento.

“Além das salas online terem professores excelentes que estão sempre dispostos a nos ajudar, temos materiais de qualidade como os simulados, a correção de redação coletiva que ajuda muito, tem a interatividade nos grupos entre aluno e professor por meio de atividades dinâmicas. Todos os dias são postados atualidades e também a parte emotiva. O apoio que é muito importante”, afirmou a aluna.

Lino Pontes faz parte dos grupos, incluindo a sala virtual destinada à redação, e explica qual a melhor forma de aproveitar os grupos. “A dinâmica lá é você participar do grupo ativamente. Seja tirando dúvidas ou compartilhamento materiais. O Pré-Enem tem uma excelente qualidade por ser um grande projeto de inclusão social. Temos o grupo de redação Correção Coletiva, no qual o aluno envia uma redação aos professores de forma privada que irá compartilhar a redação anônima e os alunos irão opinar sobre aquela redação. Assim é bom, pois os alunos trocam esses aprendizados e não ficam focado em um professor apenas”, destacou o estudante.

Mais conteúdo sobre: