Dom Inocêncio - PI

Prefeita Virgínia é denunciada após nomear o filho para secretaria

O estudante afirmou que quando a prefeita assumiu o comando da prefeitura em janeiro de 2017 acabou nomeando parentes.

BÁRBARA RODRIGUES
DE TERESINA
- atualizado

A prefeita de Dom Inocêncio, Maria das Virgens Dias, mais conhecida como Virgínia, foi denunciada ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) pelo estudante de direito Isaías Magalhães Ramos, pela prática de nepotismo e desobedecer recomendação do Ministério Público. A denúncia do dia 23 de fevereiro e o conselheiro Jaylson Campelo será o relator.

O estudante afirmou que quando a prefeita assumiu o comando da prefeitura em janeiro de 2017 acabou nomeando parentes. Adailton Oliveira Damasceno, irmão do vice-prefeito Adelson Damasceno, assumiu o cargo de Assessor Jurídico. Além disso, Virgínia nomeou o filho Joaquim Luiz Pereira Neto como secretário de Obras.

  • Foto: Facebook/Prefeitura de Dom InocêncioPrefeita VirgíniaPrefeita Virgínia

O Ministério Público chegou a expedir recomendação pedindo a exoneração e ela atendeu ao pedido, tirando Joaquim Neto da secretária de Obras em outubro de 2017, mas em fevereiro deste ano voltou a nomear o filho para o mesmo cargo.

“É fato público e notório em Dom Inocêncio, que o secretário de Obras, Joaquim Pereira Neto, não tem capacidade técnica para o seu desempenho, ou se quer já assumiu antes outro cargo de gestão na administração, o que em tese, configura a prática de nepotismo”, afirmou.

“Requer que seja recebida a denúncia, deferindo a liminar acima, para que sejam realizadas as investigações necessárias para determinar a imediata exoneração dos parentes, bem como qualquer outras nomeações em desacordo coma Súmula Vinculante 13 do STF, e ainda o ressarcimento dos valores recebidos até a presente data”, destacou.

Outro lado

Procurada pelo GP1 nessa sexta-feira (2), a prefeita Virgínia não foi localizada para comentar o caso. O GP1 continua aberto a esclarecimentos.