Cajazeiras do Piauí - PI

Prefeito Aldemar Neto é investigado após morte de tio

O prefeito Aldemar Neto afirmou que "quem não deve, não teme".

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

O Tribunal de Justiça está investigando através de inquérito policial o prefeito de Cajazeiras do Piauí, Aldemar da Silva Carmo Neto (PT) por suposto envolvimento na morte do tio, o engenheiro de telecomunicações Aldemar da Silva Carmo Júnior, ocorrido em 30 de setembro de 2014, na Rodovia 239, trecho entre as cidades de Santa Rosa do Piauí e Cajazeiras do Piauí.

Aldemar Júnior morreu em circunstâncias ainda não esclarecidas e nunca havia se envolvido em qualquer tipo de acidente.

O engenheiro era o responsável pelos bens da família, o que se deu após a morte do irmão mais velho Antônio de Pádua Carmo, falecido em acidente de carro na mesma região em circunstancias misteriosas.

  • Foto: DivulgaçãoPrefeito Aldemar NetoPrefeito Aldemar Neto

Segundo a investigação, com a morte do irmão, Aldemar Júnior assumiu o controle dos bens e da conta bancária de sua mãe, período em que começaram as brigas com o seu irmão Francisco Canindé Ferreira Carmo (pai do prefeito), pois o engenheiro não aceitava os saques bancários que eram feitos, além da venda de terrenos da família.

Aldemar Júnior relatou em carta meses antes de sua morte que o irmão Francisco e o sobrinho Aldemar Neto o fizeram parar em uma estrada e o ameaçaram de morte “caso continuasse a controla-los quanto a administração da conta bancária e dos bens da mãe”.

O procurador-geral de Justiça Cleandro Moura pediu o arquivamento do inquérito com base no artigo 395, III, do Código de Processo Penal. Para ele, “não há elementos de informação mínimos quanto a autoria e materialidade do fato delituoso que possam justificar a deflagração de ação penal contra o prefeito Aldemar Neto”.

O inquérito policial foi instaurado em 19 de agosto de 2016 e tramita na 2ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça. O desembargador Sebastião Ribeiro Martins é o relator.

Outro lado:

Procuradopela equipe do GP1na manhã desta quarta-feira (09), o prefeito Aldemar Neto afirmou que "quem não deve, não teme". Ele disse ainda que já prestou todos os esclarecimentos necessários à Justiça.

Mais conteúdo sobre: