São Paulo - SP

Prefeito de Manaus viaja a São Paulo para terminar tratamento da covid-19

O prefeito Arthur Virgílio Neto está se recuperando bem e não irá para a UTI.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

Contaminado com coronavírus no último dia 19, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), de 74 anos, embarcou na tarde desta segunda-feira, 6, para São Paulo, onde vai concluir o tratamento no Hospital Sírio Libanês, na capital. O tucano embarcou em um aeronave alugada ao lado da esposa, Elisabeth Ribeiro, que também contraiu a doença.

O prefeito, que estava no Hospital Adventista de Manaus, não irá para a UTI em São Paulo e vem se recuperando bem. Ele não chegou a ser entubado e hoje tem 30% do pulmão comprometido. Segundo auxiliares, ele optou pelo Sírio Libanês porque se trata há 30 anos no hospital paulista.

O último boletim médico do prefeito disse que o paciente está com “melhora global e mantendo o ar ambiente em boa saturação”. A capital do Amazonas registrou um dos mais dramáticos cenários da pandemia, mas já o número de casos caiu para ? do auge da crise sanitária.

NOTÍCIA RELACIONADA

Governo desativa hospital após Manaus reduzir internações por covid-19