Barro Duro - PI

Prefeito Deusdete Lopes vira réu na Justiça Federal

A decisão do juiz federal substituto Leonardo Tavares Saraiva, da 1ª Vara Federal, é de 14 de dezembro de 2017.

RAISA BRITO

- atualizado

O juiz federal substituto Leonardo Tavares Saraiva, da 1ª Vara Federal, recebeu denúncia contra o prefeito de Barro Duro, Deusdete Lopes da Silva, mais conhecido como Dr. Deusdete. A decisão é de 14 de dezembro de 2017.

Segundo denúncia do Ministério Público Federal, o prefeito não prestou contas dos recursos públicos do convênio firmado com o Ministério da Integração Nacional por intermédio da Companhia de desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba (CODEVASF), em 2008, ocasionando inadimplência do município nos cadastros CADIN e SIAFI.

  • Foto: Facebook/Deusdete LopesDeusdete LopesDeusdete Lopes

O objeto do convênio era a construção de passagens molhadas nas localidades Fião-Riacho Mocambo e Povoado Pedra Branca – Riachos Pintados no valor de R$ 125 mil, sendo R$ 118.750,00 de recursos da Codevasf e R$ 6.250,00 da própria prefeitura.

Ainda de acordo com o MPF, o convênio foi dividido em duas metas e o prazo para a prestação de contas encerraria em 10/11/2011, sendo exposta a prestação de contas apenas da segunda meta em 07/2012 ficando a primeira meta referente à elaboração do projeto executivo das obras, no valor de R$ 3.750,00 pendente.

O juiz destacou que a denúncia indica a relação do denunciado com o fato delituoso ao esclarecer que o acusado, na condição e prefeito, deixou de prestar contas dos recursos repassados no devido tempo.

Outro lado

Procurado, na noite desta sexta-feira (12), o prefeitoDeusdete Lopes não foi localizado para comentar a denúncia. O GP1 está aberto para esclarecimentos.

MAIS NA WEB