Avelino Lopes - PI

Prefeito Dióstenes Alves relata perdas agrícolas de mais de 90%

A situação é tão urgente, que o prefeito explicou que os reservatórios estão “totalmente secos, alguns com a capacidade de fornecer água para até 30 dias".

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O prefeito de Avelino Lopes, Dióstenes Alves, publicou decreto de nº 22 declarando situação anormal de emergência no município devido as grandes perdas agrícolas registradas na região e a falta de água nos reservatórios.

Dióstenes Alves explicou no decreto que até o momento só ocorreram chuvas ocasionais, em tempo insuficiente para a formação de estoque de água potável nos reservatórios da zona rural, como cisternas, tanques, barreiros e açudes para o suprimento da população rural.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Dióstenes Alves, Prefeito de Avelino LopesDióstenes Alves, Prefeito de Avelino Lopes

A situação é tão urgente, que o prefeito explicou que os reservatórios estão “totalmente secos, alguns com a capacidade de fornecer água para até 30 dias para os animais”, destacando que ainda é necessário o “transporte de água em carro-pipa para cem por cento das localidades ruralistas, não tendo o município recursos financeiros para tanto”.

O município de Avelino Lopes ainda está tendo problemas relacionados a perdas agrícolas, como o milho, que ficou em 95%, feijão em 80% e mandioca em 100%. Dessa forma a situação de emergência vai permanecer pelo período de 180 dias.

Mais conteúdo sobre: