Batalha - PI

Prefeito João Messias é denunciado ao TCE acusado de fraude

A denúncia da empresa Link Card Administradora de Benefícios Eirelli é do dia 20 de novembro e o conselheiro Abelardo Pio Vilanova é o relator.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

A empresa Link Card Administradora de Benefícios Eirelli ingressou no Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) com denúncia contra a prefeitura de Batalha, que tem como gestor João Messias, por fraude e falta de pagamento.

Na denúncia a empresa afirma que firmou contrato com a prefeitura após vencer licitação para realizar o gerenciamento de frotas por meio de um sistema informatizado, com cartões magnéticos ou com chip, como meio de intermediação entre um estabelecimento credenciado para a prestação de serviços e o ente público contratante.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito de Batalha, João MessiasPrefeito de Batalha, João Messias

Ela alega que desde abril de 2017 a prefeitura deixou de fazer os pagamentos e pede que o TCE investigue a prefeitura por fraude, pois constava no orçamento os gastos com os pagamentos para a empresa. “Houve maculação nos orçamentos para a utilização dos serviços, no qual o município prevendo o não pagamento fraudou a dotação orçamentária para que comportasse o pagamento de nossos serviços prestados”, explicou.

Destacou ainda que “logo após os primeiros faturamentos não foi efetuado o pagamento dos serviços utilizados, o que ao certo, é uma questão que levanta indagações quanto a idoneidade do ente público e de seus administradores”. O valor da dívida estaria em R$ 29.644,60. A denúncia é do dia 20 de novembro e o conselheiro Abelardo Pio Vilanova é o relator.

Outro lado

O prefeito João Messias não foi localizado pelo GP1.