Picos - PI

Prefeito Padre Walmir atrasa último repasse de R$ 80 mil para o Picos

Clube picoense está com as atividades suspensas desde o dia 18 de março quando comissão técnica e atletas foram liberados.

José Maria Barros
Picos
- atualizado

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o prefeito Padre José Walmir de Lima (PT), ainda não fez o repasse da última parcela do convênio celebrado com a Sociedade Esportiva de Picos (Sep) no valor de R$ 80 mil.

O atraso no repasse foi confirmado ao GP1 por pessoas próximas aos dirigentes do clube, cujas atividades estão suspensas desde o dia 18 de março, quando comissão técnica e atletas foram liberados.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Quando campeonato foi paralisado Picos estava na segunda colocaçãoQuando campeonato foi paralisado Picos estava na segunda colocação

A liberação dos atletas e comissão técnica do Picos aconteceu em razão da suspensão do Campeonato Piauiense de Futebol Profissional. A paralisação da competição atendeu decretos do governo do estado para frear a propagação do novo coronavírus.

Convênio

O projeto de lei de autoria do executivo solicitando autorização para celebrar convênio com a Sociedade Esportiva de Picos (Sep) foi aprovado pela Câmara de Vereadores na manhã de 23 de dezembro do ano passado em duas votações.

Segundo o artigo 2º do projeto, o município de Picos se comprometia a repassar ao clube a quantia total de R$ 350 mil, divididos em cinco parcelas. A primeira no valor de R$ 30 mil e as demais de R$ 80 mil. Os recursos tinham como objetivo ajudar o Picos durante a disputa do Campeonato Piauiense de Futebol da Primeira Divisão em 2020.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Padre Walmir atrasa último repasse para o Picos.Padre Walmir atrasa último repasse para o Picos.

Os quatro primeiros repasses foram feitos de acordo com o cronograma estipulado previamente e o clube honrou os compromissos com atletas, comissão técnica, funcionários e fornecedores. No entanto, a última parcela ainda não saiu e não existe uma data de quando isso acontecerá.

Por enquanto, as atividades do clube estão suspensas em razão dos decretos municipais de prevenção à proliferação da covid-19. Quando a competição foi paralisada, o clube picoense estava na segunda colocação, atrás apenas do líder Altos.