Aroazes - PI

Prefeito Tomé firma TAC sobre acumulação de cargos públicos

O prefeito Tomé se comprometeu a realizar levantamento administrativo, junto a seus quadros, no sentido de identificar potenciais servidores de Aroazes em acumulação ilegal de cargos públicos.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O prefeito de Aroazes, Antônio Tomé Soares de Carvalho Neto, mais como Tomé, firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Estado, se comprometendo a resolver os problemas relacionados a acumulação de cargos públicos envolvendo servidores da prefeitura.

O promotor Maurício Gomes foi o responsável pelo TAC, porque recebeu a informação que servidores efetivos da prefeitura de Aroazes estariam trabalhando em outras prefeituras nas cidades de Campo Maior, Sigefredo Pacheco, Nossa Senhora de Nazaré ou Jatobá do Piauí.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ministério Público do Estado do PiauíMinistério Público do Estado do Piauí

O prefeito Tomé se comprometeu a realizar levantamento administrativo, junto a seus quadros, no sentido de identificar potenciais servidores públicos de Aroazes em acumulação ilegal de cargos públicos, adotando as providências administrativas cabíveis. Tomé terá 60 dias para realizar esse levantamento e apresentar ao Ministério Público. Caso não cumpra, será aplicada multa diária de R$ 1 mil. O TAC foi firmado no dia 27 de setembro.