Política

Presidente da Câmara Rodrigo Maia pede afastamento de Roberto Alvim

Secretário especial da Cultura citou trechos do discurso do ideólogo nazista Joseh Goebbels para anunciar planos do governo.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

O vídeo em que o secretário especial da Cultura Roberto Alvim anuncia o Prêmio Nacional das Artes e cita trechos do ideólogo nazista Joseh Goebbels repercutiu entre as classes artística e política. O presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia foi ao Twitter comentar o caso e sugeriu que o governo "deveria afastá-lo urgentemente do cargo".

A música escolhida como trilha de fundo também chamou atenção: é parte de uma ópera de Richard Wagner, artista que foi importante para Hitler, segundo ele mesmo conta em sua autobiografia.

Até mesmo apoiadores do governo se manifestaram contra o discurso de Alvim. O escritor Olavo de Carvalho, apontado como guru do governo Jair Bolsonaro, escreveu no Facebook que "é cedo para julgar, mas o Roberto Alvim talvez não esteja muito bem da cabeça. Veremos".

Mais conteúdo sobre: