Brasil

Procuradora da Câmara de Uberlândia agride repórter da BAND

A procuradora se descontrolou ao ser questionada sobre a moralidade do aumento dos salários dos vereadores da cidade.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

A procuradora-geral da Câmara Municipal de Uberlândia, em Minas Gerais, Alice Ribeiro Sousa, agrediu nesta quarta-feira (20) um repórter da TV Bandeirantes que a questionou sobre o projeto de aumento de quase 20% nos salários dos vereadores.

Os próprios vereadores aprovaram o reajuste de R$ 15.031,62 para R$ 18.007,88 na quinta-feira (14). A Justiça suspendeu o aumento por uma liminar após a população apresentar uma ação popular.

Ao ser questionada pelo repórter sobre a moralidade da medida, Alice retrucou: “Se você acha a Constituição Federal imoral é problema seu”. O repórter então questionou a atitude da procuradora, que o chamou de “capcioso” e puxou o microfone da mão do jornalista.