Piauí

Produção de ovos no Piauí cresce mais de 70% em 10 anos, diz IBGE

Em termos de valor de produção, em 2019 chegou a R$ 115,7 milhões, cerca de 6,6% superior ao obtido em 2018.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que em 2019 a produção de ovos de galinha no Piauí cresceu 5,6% em relação ao ano anterior. Em termos de valor de produção, em 2019 chegou a R$ 115,7 milhões, cerca de 6,6% superior ao obtido em 2018.

Segundo os dados da pesquisa, analisando a série histórica dos últimos dez anos, a produção de ovos aumentou cerca de 73,6% no estado, saltando de 15,1 milhões de dúzias em 2009 para 26,2 milhões de dúzias em 2019.

No Piauí o município com a maior produção de ovos é Valença do Piauí, com 6,6 milhões de dúzias, representando cerca de 25% de toda a produção do estado. Na sequência temos Teresina, com uma produção de 2,8 milhões de dúzias, cerca de 10,85% da produção total do Piauí.

Chama a atenção em especial o crescimento da produção registrado em Valença do Piauí, que chegou a 277% no período de 10 anos, passando de 1,7 milhão de dúzias em 2009 para 6,6 milhões de dúzias em 2019.

Em termos de região Nordeste, a maior produção de ovos é a de Pernambuco, com 284,5 milhões de dúzias, o equivalente a 35% da produção regional, seguido do Ceará, com 234,3 milhões de dúzias e 28,9% da produção.

O Piauí, com suas 26,2 milhões de dúzias de ovos ocupa a 7ª. colocação dentre os produtores nordestinos, ficando à frente apenas de Sergipe, com 25,9 milhões de dúzias, e do Maranhão, com 14,9 milhões de dúzias.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Produção de leite no Piauí cai 19% nos últimos 10 anos, diz IBGE

Piauí é o estado que mais produz mel da região Nordeste, diz IBGE

Piauí é o maior produtor de pó de carnaúba do Brasil, diz IBGE

Mais conteúdo sobre: