Teresina - PI

Projeto MP3 sofre 13º arrombamento em três meses no Promorar

Em entrevista ao GP1, a coordenadora do MP3, Daniela Sousa informou que os crimes ocorrem desde agosto, devido a falta de segurança, pois o local fica sem funcionários pela parte da noite.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Uma unidade do Movimento pela Preferia (MP3) sofreu o 13º arrombamento, no prazo de três meses. O caso aconteceu, na madrugada nesta quinta-feira (14), no bairro Promorar, localizado na zona sul de Teresina.

Em entrevista ao GP1, a coordenadora do MP3, Daniela Sousa, informou que os crimes ocorrem desde agosto devido a falta de segurança, pois o local fica sem funcionários pela parte da noite. Os criminosos levaram tudo que puderam do local, incluindo materiais de cozinha e computadores.

“Essa foi a 13ª vez que o local foi arrombado e dessa vez roubaram tudo que podiam levar, isso ocorre desde agosto. Levaram até as panelas, fogão, botijão de gás, cadeiras de plástico, computadores, faltam somente levar o prédio. Nós não temos vigia noturno para ficar no local, ele encerra o expediente dele umas 17h30”, informou.

Falta de segurança

Ainda de acordo com a coordenadora do local, após receber informações sobre o crime, foi registrado um boletim de ocorrência no 4º Distrito da Polícia Civil, que está sem viaturas para realizar diligências.

“Aqui também é em um local movimentado, fica do lado da Maternidade do Promorar, mas ninguém ver nada. A Polícia disse que agora vai dar resposta, fomos lá no 4º DP e está sem viatura, não está com uma situação boa”, ressaltou.

O que diz a Secretaria de Segurança

Procurada pela reportagem do GP1, a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) informou que o 4º DP policial possui viaturas para realizar o policiamento na localidade.