Piauí

Promotor desiste de ouvir três testemunhas do caso Vanessa Carvalho

A defesa de Pablo Henrique Campos Santos ao ingressar com pedido de liberdade provisória alegou o excesso de prazo para a colheita dos depoimentos.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí, através do promotor João Mendes Benigno Filho, da 13ª Promotoria de Justiça, desistiu da oitiva de três testemunhas do caso Anuxa e Vanessa que residem fora de Teresina e seriam ouvidas através de Carta Precatória.

O promotor pede o regular prosseguimento da ação com a concessão de prazo para as alegações finais.

  • Foto: Arquivo PessoalVanessa Carvalho e Anuxa Kelly Leite de AlencarVanessa Carvalho e Anuxa Kelly Leite de Alencar

A defesa de Pablo Henrique Campos Santos ao ingressar com pedido de liberdade provisória alegou o excesso de prazo para a colheita dos depoimentos.

  • Foto: Alef Leão/GP1Pablo Campos Pablo Campos

O juiz Antônio Reis de Jesus Nolleto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Teresina, homologou a desistência através de despacho dado no dia 23 de janeiro deste ano, e determinou que seja oficiado o Juízo da Comarca de Maceió/AL, quanto à testemunha Leticia Lacerda Marqued e ao Juízo da Comarca de Tucumã/PA, com relação às testemunhas Ayrton Henrique Queiroz Silva e Barbara de Oliveira Saraiva, informando sobre a desistência do Ministério Público em seus depoimentos, tendo em vista que houve a perda do objeto das Cartas Precatórias encaminhadas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Justiça nega liberdade ao empresário Pablo Henrique Campos

MP é contra pedido de liberdade feito pela defesa de Pablo Campos

Pai de Vanessa Carvalho lamenta pedido de liberdade de Pablo Campos

Defesa de Pablo Campos entra com pedido de liberdade provisória