Bonfim do Piauí - PI

Promotor investiga gestão do ex-prefeito Paulo Henrique Ribeiro

A portaria nº 98/2018 foi assinada pelo promotor de Justiça Vando da Silva Marques, no último dia 12 de setembro.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado instaurou inquérito civil para investigar irregularidades na gestão do ex-prefeito de Bonfim do Piauí, Paulo Henrique Ribeiro. A portaria nº 98/2018 foi assinada pelo promotor de Justiça Vando da Silva Marques, no último dia 12 de setembro.

O objetivo é apurar irregularidades relativas à contratação e ao pagamento de serviços supostamente prestados de pavimentação de vias em paralelepípedos, pelas empresas A. G. S. Construtora LTDA, no procedimento Tomada de Preço nº 008/2015, no valor de R$ 245.850,00 e LM Construtora na Tomada de Preço nº 009/2012, no valor de R$ 264.433,00.

A primeira empresa foi contratada para execução dos serviços de pavimentação de vias em paralelepípedos nas ruas Genésio Viana, Sabina Paulo, Jaime Pereira, Raimundo Sobrinho, Lídio Alves Ribeiro e Emílio Baião no Município. Já a segunda foi contratada para executar serviços de pavimentação de vias em paralelepípedos nas ruas Adrião Miúdo, Aniba Ferreira, Libório, Deputado Batista Dias e Conjunto Habitacional Santa Luzia.

O ex-prefeito será notificado para, querendo, prestar esclarecimentos sobre os fatos, no prazo de 15 dias. A Prefeitura Municipal de Bonfim do Piauí será notificada para encaminha à promotoria de Justiça de São Raimundo Nonato, no prazo de 10 dias, informações acerca dos serviços supostamente prestados pelas empresas.

Outro lado

Procurado, na tarde desta quinta-feira (27), o ex-prefeito informou que ainda não foi notificado, mas ressaltou que suas contas foram aprovadas.