Piracuruca - PI

Promotor quer medidas de proteção para pessoas com deficiência em Piracuruca

Na recomendação o promotor Márcio Giorgi pediu que Raimundo Alves garanta às pessoas com deficiência o acesso à informação e à comunicação sobre medidas de enfrentamento da pandemia da covid-19.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O promotor Márcio Giorgi, do Ministério Público do Estado, expediu recomendação no dia 6 de julho, ao prefeito de Piracuruca, Raimundo Alves, onde pede que sejam tomadas medidas de proteção às pessoas com deficiência na pandemia causada pelo novo coronavírus.

Na recomendação o promotor pede que Raimundo Alves garanta às pessoas com deficiência o acesso à informação e à comunicação sobre medidas de enfrentamento da pandemia da covid-19, especialmente quanto à higiene adequada das mãos, isolamento domiciliar, uso de máscaras e distanciamento social.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Raimundo Alves, Prefeito de Piracuruca Piauí Raimundo Alves, Prefeito de Piracuruca Piauí

Márcio Giorgi quer que essa comunicação seja realizada “por meio de ampla e diversificada oferta de recursos de acessibilidade como audiodescrição, libras, Braille, legenda e linguagem simples, presencial ou virtualmente”.

O promotor também quer que o prefeito “assegure às pessoas com deficiência em todas as edificações de uso público ou de uso coletivo, acessibilidade às pias, lavatórios, porta-papel, saboneteiras e dispensadores de álcool gel, nos termos do disposto na NBR 9050”.

Na recomendação, Márcio Giorgi pede a inclusão das pessoas com deficiência no grupo de risco da covid-19 para todos os fins, especialmente quanto à possibilidade de trabalho remoto aos servidores públicos com deficiência.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Picos registra 20 mortes e 939 casos confirmados do novo coronavírus

Soldado da PM morre vítima do coronavírus no Hospital Prontomed

"Vamos evitar o preconceito", diz Wellington Dias sobre pacientes com covid-19