Picos - PI

Requerimento de Severo Eulálio sobre Catedral é perseguição, diz Dom Plínio

Deputado apresentou requerimento na Assembleia Legislativa do Piauí sem que a Diocese de Picos fosse consultada.

José Maria Barros
Picos

O bispo diocesano de Picos, dom Plínio José Luz da Silva, considerou como uma perseguição a iniciativa do deputado estadual Severo EulálioNeto (MDB), de apresentar um requerimento solicitando o tombamento da Igreja Catedral Nossa Senhora dos Remédios.

Dom Plínio disse que, a exemplo do que aconteceu em Picos quando da aprovação pela Câmara de Vereadores de uma lei de tombamento da Catedral, também na Assembleia Legislativa nem a Diocese de Picos e nem a Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, responsável pelo templo, foram consultadas.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Dom Plínio condena proposta do deputado Severo EulálioDom Plínio condena proposta do deputado Severo Eulálio

“Diante do contexto de toda essa confusão que está acontecendo, de todo esse impasse, você avançar logo para outra [instância] dá um sinal de quase perseguição, perseguição mesmo, porque tem tantas demandas aí e até tempo suficiente anterior para ser feito isso aí. Fazer nesse ato aí acho que há uma coisa premeditada” – acredita dom Plínio.

O bispo de Picos disse ainda que não pode julgar a intenção do autor do requerimento, mas questiona por que isso saiu agora. Por que não sair exatamente depois de um consenso. “Firmar de agora por diante que vamos também botar no estado que deve ser um patrimônio tombado estadual, por que sair agora nesse contexto? E sem comunicar nada a Igreja como aconteceu aqui em Picos? – questiona dom Plínio.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Manutenção do piso antigo é defendida por pequeno grupo de católicosManutenção do piso antigo é defendida por pequeno grupo de católicos

Diante da aprovação do requerimento por parte da Assembleia Legislativa do Estado, dom Plínio disse que já encaminhou ao governador Wellington Dias (PT), um ofício solicitando espaço para a Igreja se pronunciar sobre o assunto.

“Se realmente chegar ao seu gabinete para sancionar a lei, ele precisa também ouvir a Igreja. Estamos pedindo isso aí ao governador. Eu mandei [o ofício], já está lá com ele por certo e, espero que o governador realmente tenha esse respeito com a Igreja e possa nos ouvir” – ressaltou dom Plínio José.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Paralisação na troca do piso tem prejudicado os fiéisParalisação na troca do piso tem prejudicado os fiéis

O bispo diocesano de Picos lembra que a Igreja São Benedito, em Teresina, está caindo aos pedaços porque ela é tombada e fica sob o âmbito do Iphan. Citou também o caso de uma Igreja em Jaicós, que é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural, está precisando de uma reforma e o Padre passou dois anos procurando o Iphan insistentemente para que fosse feito o serviço.

Requerimento

Sem consultar a Diocese de Picos e nem a Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, o deputado estadual, Severo Eulálio Neto (MDB), ingressou com requerimento na Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi), solicitando o tombamento da Igreja Catedral de Picos.

O requerimento foi aprovado em plenário pela Alepi no último dia 29 de maio num esforço concentrado dos deputados. Cópia da matéria foi enviada ao governador do estado, Wellington Dias (PT), a então secretária estadual de Cultura Bid Lima e ao superintendente do Iphan-Piauí, Fábio José Lustosa da Costa Ferreira.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Deputado Severo Eulálio propõe tombamento da Catedral de PicosDeputado Severo Eulálio propõe tombamento da Catedral de Picos

Em sua proposta, o deputado Severo Eulálio requereu da Secretaria Estadual de Cultura e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), estudo visando o tombamento da Igreja Nossa Senhora dos Remédios, Catedral do Município de Picos, para que ela passe a compor o patrimônio histórico do Estado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Severo Eulálio pede tombamento da Igreja Nossa Senhora dos Remédios