Teresina - PI

Ricardo Bandeira rebate polêmicas e revela possível destino em 2020

“Eu sempre fui bem sincero com todos. Eu não descarto buscar minha reeleição, mas, também posso desistir para apoiar meu filho. Esses dois caminhos serão discutidos por mim", esclareceu Ricardo.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O secretário de Economia Solidária de Teresina, vereador Ricardo Bandeira (PSL) concedeu entrevista ao GP1, neste domingo (15), para falar sobre a polêmica em relação ao seu destino político em 2020. Ele admitiu que dois caminhos serão analisados por ele no momento oportuno: tentar a reeleição ou abrir mão de sua candidatura para apoiar o filho, Sérgio Bandeira (Podemos) na corrida por uma vaga na Câmara Municipal.

“Eu sempre fui bem sincero com todos. Eu não descarto buscar minha reeleição, mas, também posso desistir para apoiar meu filho. Esses dois caminhos serão discutidos por mim e minha família na hora certa”, esclareceu Ricardo.

O secretário decidiu se pronunciar depois de um mal-estar entre seu filho Sérgio Bandeira e o vereador Luís André, presidente do PSL no Piauí. André teria dito a Sérgio que Ricardo poderia ser expulso do partido, caso, não decidisse até dezembro, se vai ou não tentar a reeleição.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ricardo Bandeira Ricardo Bandeira

Sérgio reagiu, e pediu a Luís André que entregasse os cargos que ocupa na Prefeitura de Teresina já que o PSL decidiu lançar candidato ao Palácio da Cidade nas eleições de 2020.

“O que eu acho é que antes de ficar desencadeando polêmicas, deveria se fazer um trabalho de fortalecimento do PSL, com a atração de lideranças para que o partido possa ter boas opções. Isso é o correto e não ficar polemizando algo que ainda não tem lógica de ser discutido”, disparou Ricardo Bandeira.

Não falem por mim

Bandeira também rebateu as declarações do empresário Manoel Lopes, mais conhecido como Nel, que hoje ocupa o cargo de primeiro vice-presidente do PSL de Teresina. Ele declarou ao GP1 há poucos dias, que Ricardo havia garantido a ele que buscaria a reeleição.

“Eu nunca escondi as minhas intenções e jamais fiz tal afirmação [de que vai tentar se reeleger]. Por isso, eu desautorizo qualquer um de falar por mim. A única pessoa que pode falar em meu nome é o meu filho, Sérgio e ninguém mais”, sentenciou Ricardo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sérgio Bandeira alfineta Luís André: “tem que entregar os cargos"

Vereador Ricardo Bandeira vai tentar reeleição, garante Nel