Parnaíba - PI

Samarone diz que Gracinha manda na Prefeitura de Parnaíba

"Ela manda e desmanda, gosta de ser chamada de 1ª ministra, como se a figura do prefeito fosse meramente decorativa”, disparou Samarone.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O atual vice-prefeito de Parnaíba Marcos Samarone (Patriota), concedeu entrevista ao GP1 no último sábado (07) e teceu duras críticas à gestão exercida pelo prefeito Mão Santa (DEM). Samarone afirmou que a prefeitura vive uma “usurpação consensual” já que a filha do prefeito, Gracinha Moraes Souza, é quem administra o município.

Mesmo evitando citar o nome de Gracinha, o vice-prefeito disse que a filha de Mão Santa gosta de ser “chamada de primeira ministra” colocando o pai como uma “figura decorativa”.

  • Foto: Reprodução/FacebookMarcos SamaroneMarcos Samarone

“Houve um rompimento na metade do primeiro ano de mandato. Já não conseguimos andar juntos por algumas divergências, inclusive, de cunho familiar da parte dele. A Prefeitura de Parnaíba vive uma usurpação consensual. Existe o prefeito de fato e de direito, mas existe outra pessoa que comanda lá e que não teve nenhum voto que é a filha do prefeito. Ela manda e desmanda, gosta de ser chamada de 1ª ministra, como se a figura do prefeito fosse meramente decorativa”, disparou Samarone.

Marcos não parou por aí e acrescentou que Gracinha governa para uma “panelinha”. “Ela tem um estilo de governar muito restrito, governa para pessoas de uma certa panelinha. Uma vez o governo se estabelecendo, sendo eleito pelo voto popular, o prefeito é de todos. Porém, Parnaíba é governada para uma parcela que essa moça acha que tem que fazer alguma coisa”, finalizou Samarone.